Transferência, e agora? Mudo ou não de faculdade?

Uma dúvida cruel que em algum momento ronda a cabeça dos alunos é sobre a transferência. Algo na instituição atual o incomoda ou você ouviu falar muito bem de outra faculdade que apresenta mais benefícios. Você mudou de cidade, ou bairro e não quer estudar longe porque está cansado. Hoje o post é para dar uma luz para quem quer transferir, mas não sabe quais critérios avaliar ou mesmo não tem coragem de trocar o certo pelo duvidoso.

Primeiro, vou falar brevemente sobre os motivos que me fizeram transferir de instituição, apesar de que vou falar de transferência de curso e de instituição.

Até o meu sétimo período estudei em uma instituição excelente, com uma estrutura que não deixava nada a desejar. E o mais importante e valioso da instituição: os PROFESSORES. Eu explico. Se você tem excelentes professores, todo o resto fica em segundo plano, porque eles são os profissionais que estão no mercado – no caso de uma faculdade particular – e que fazem as aulas acontecerem que vão te trazer o que há de melhor em conhecimento e dicas práticas, então, avalie principalmente os professores da sua instituição atual. Se forem muito competentes e dedicados, tiverem paixão por ensinar, então talvez você realmente deva permanecer aí onde está.

No meu caso foi tudo excelente até o sétimo período, apesar de pequenas alterações que vinham sendo feitas por parte de um grande grupo que comprou esta e várias outras instituições de ensino. O oitavo período foi péssimo. Alterações horrorosas aconteceram, pessoas incompetentes assumiram cargos num total despreparo e sem formação específica na área, a qualidade das aulas caiu muitíssimo, isso quando havia aulas e como falei, o mais importante – os professores – ficaram desmotivados e a qualidade das aulas, algo que deveria ser intocado, “foi pelo ralo”. Apesar de a mensalidade ser uma das mais caras da região. Sim, eu já falei aqui que sou bolsista, tenho bolsa integral. Eu pago o preço não em dinheiro, é estudando muito e exigindo uma educação digna, porque eu sei o quanto lutei para chegar até aqui. Então não sai “de graça”, como muitos brasileiros infelizmente pensam.

Após um semestre de lutas, decidi sair, porque não importava o quanto eu movimentasse os alunos, onde há pessoas que só reclamam nos corredores, não há mudança. Leia também Não entre na faculdade para ser um Zé Mané!

Enfim, eu cheguei ao um nível altíssimo de intolerância com a falta de respeito que o meu país tem pela educação em todos os níveis, porque isso infelizmente vem desde a educação de base. Esses foram, sem muitos detalhes, os motivos que me fizeram transferir com muito pesar, porque meus colegas de turma são ótimos e tive muita dor em deixá-los, sonhava em estar na formatura com eles.

Agora para você, vou escrever os critérios que devem ser pensados, avaliados.

1) Quero transferir de curso

Para você que não tem problemas com a instituição e sim com o curso que está fazendo porque se arrependeu de ter escolhido algo que não tem nada a ver com você, eu recomendo que leia FIZ O TESTE VOCACIONAL, E AGORA?Decidindo a profissão: o caminho do autoconhecimento, Temperamento: O que “isso” tem a ver com a minha profissão?, mas primeiro, responda a estas perguntas:

Em que período você está?

Falta mais da metade ou menos da metade para terminar o curso?

É importante porque se você descobriu que o curso não é para você já tendo concluído mais da metade dele é porque você é no mínimo muito desatento. Andou se arrastando. Neste caso, considere terminar este curso apenas para agregar valor no currículo. Mesmo que não tenha nada a ver com o novo curso que você pretende, talvez, num futuro não distante você use estes conhecimentos. Então, se chegou até aqui, vale a pena pegar o canudo, ter paciência, e começar o curso dos seus sonhos depois.

Agora se você começou e não concluiu nem metade do curso, aconselho que mude imediatamente. Viu que foi um erro, então não permaneça nele. Mas tenha certeza absoluta do que realmente quer fazer, para não entrar um ciclo de troca. Leia os posts anteriores deste blog sobre escolha de profissão.

2) Quero transferir de instituição

Primeiro responda a seguinte pergunta:

Por que eu desejo a transferência?

Se,

  •  a instituição é uma completa propaganda enganosa
  •  a estrutura não é adequada tendo em vista a mensalidade cobrada
  •  não estou sendo preparado para o mercado
  •  mudei ou vou mudar de cidade ou bairro e meu deslocamento vai pesar no meu orçamento, ou ficarei muito cansado

Então, estes são alguns motivos que considero relevantes para uma transferência. Claro, que a soma deles torna imperativa a mudança. Devo frisar que defeitos, serão encontrados em TODAS as instituições. Aqueles probleminhas de enturmação no começo do semestre, dificuldade em falar com o coordenador devem ser relevados porque acontecem em muitas instituições. Não há instituição perfeita, mas uma instituição séria melhora a cada semestre, então observe: desde que você entrou tem melhorado ou piorado? Se tem piorado você realmente deve pensar em procurar outro lugar.

Agora, quando NÃO MUDAR DE INSTITUIÇÃO.

Já ouvi aluno dizer que vai mudar porque estão cobrando muito dele, porque a porcentagem exigida para ser aprovado nas matérias é muito alta. Porque não tem tudo “mastigadinho” pelo professor. Por favor, claro que seus professores devem ser facilitadores da informação e ensinar com prazer, não para sacanear. Mas a cobrança é muito boa e nos faz crescer. Uma vez que saímos do ensino médio, a tendência é que as dificuldades e cobranças aumentem, é o normal da vida adulta. Então avalie o porquê de você realmente querer sair.

A forma como eles te tratam no momento da transferência faz toda a diferença também. Fui super mal atendida quando solicitei a documentação de transferência na antiga instituição. Isso só me deu a certeza que deveria realmente sair.

Então, avalie com cuidado os motivos da transferência de curso ou instituição, ou ambos, leia os posts anteriores deste blog se tiver dúvidas relacionadas à sua profissão e vá estudar. Boa sorte!

Assuntos que podem interessar:

Dá um tempo!

JÁ DECIDI O CURSO: FIES é uma boa opção?

JÁ DECIDI O CURSO: COMO INGRESSAR? (QUERO BOLSA | EDUCA MAIS BRASIL | MAIS ESTUDO NEORA)

JÁ DECIDI O CURSO: COMO INGRESSAR? (SISU)

JÁ DECIDI O CURSO: COMO INGRESSAR? (PROUNI)