JÁ DECIDI O CURSO: COMO INGRESSAR? (PROUNI)

Muitas pessoas fazem a prova do ENEM, mas não têm muita noção da quantidade de possibilidades de ingresso. Acompanhe a série!

A partir de hoje vou publicar uma série sobre FORMAS DE INGRESSO. Fique por aqui!

Se você já passou daquela fase de teste vocacional, pesquisa e autoconhecimento descritas nos posts anteriores – veja E agora? Como decidir qual curso fazer?, Decidindo a profissão: o caminho do autoconhecimento, FIZ O TESTE VOCACIONAL, E AGORA? – chegou a hora de falar sobre as formas de ingresso. Este post será dividido em algumas partes e eu vou falar de cada forma de ingresso separadamente para não me estender muito.

O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) não é segredo para ninguém e você utilizará a nota para tentar uma vaga tanto em instituições públicas quanto privadas. Lembre-se de guardar o número de inscrição e senha do ENEM, você vai precisar para se inscrever no programa.

Após fazer o ENEM, você pode usar a nota e tentar uma bolsa de estudos parcial (50%) ou integral através do Programa Universidade Para Todos (PROUNI). Se o seu sonho é entrar em uma instituição particular, então o Prouni é ideal para você.

Vamos lá, quais são os requisitos para se inscrever:

Primeiro é preciso ter feito a prova do ENEM do ano anterior à candidatura e ter obtido uma nota média de 450 pontos. Lembrando que se você zerar a redação não pode participar. Então, usando a nota do ENEM você ainda precisa:

– Ter estudado em escola pública no ensino médio ou estudado em escola particular, porém como bolsista.

– Se você possui alguma deficiência também pode se inscrever.

– Se você é professor da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica ou ainda é integrante do quadro de pessoal permanente da instituição pública pode se inscrever e NÃO É NECESSÁRIO COMPROVAR RENDA – apenas para este caso.

Os participantes, com exceção do grupo acima, devem comprovar renda familiar. Para concorrer à bolsa integral, a renda deve ser de até um salário mínimo e meio por pessoa. Até a data deste post, isso equivale a R$ 1405,50 – altera de acordo com valor do salário mínimo estipulado. É bem simples calcular. Some toda a renda familiar e divida pelo número de pessoas que moram na sua casa, se o valor estiver dentro deste 1 salário mínimo e meio, então siga em frente, você pode concorrer a uma bolsa integral.

Mas, se você se encaixa em todos os requisitos, porém sua renda é um pouco mais alta, não se preocupe você ainda pode conseguir uma bolsa parcial, e pagará 50% do valor do curso. A renda familiar neste caso deve ser de no máximo 3 salários mínimos por pessoa. Ou seja, somando-se a renda de todas as pessoas que moram na sua casa, dividindo esse valor pela quantidade de pessoas que moram aí com você, cada pessoa pode ganhar até R$ 2811,00 até a data de publicação deste post – o salário mínimo atual é de R$ 937,00. Lembrando que você precisará comprovar todas as informações fornecidas.

O PROUNI é uma excelente oportunidade de ingresso para pessoas que não tem condições de pagar o curso. Lembrando que não é só o custo do curso em si. Você vai ter gastos com transporte, alimentação, etc. Vou publicar um post falando sobre isso também.

São duas oportunidades ao ano para você ingressar – uma no primeiro semestre e outra no segundo semestre do ano. São feitas duas chamadas e você ainda pode participar da lista de espera.

No momento da inscrição você escolhe as opções de ampla concorrência ou por cota – em casos de deficiência ou que se declare indígena, preto ou pardo. Você pode alterar a opção escolhida de curso, instituição, se será por cota ou ampla concorrência durante todo o período de inscrição, será válida a última opção marcada. A partir do segundo dia de inscrições você já visualiza as notas de corte para ter noção das suas chances. Você pode escolher primeira e segunda opção de curso.

Encerrado o prazo de inscrição, caso você seja classificado – de acordo com sua nota e opções marcadas – você será chamado a comparecer na instituição de ensino para comprovar as informações. O PROUNI já tem uma lista de documentação, mas a instituição pode pedir algo mais que achar necessário. Se estiver tudo certo com a papelada, a faculdade entra em contato com você e daí é só arregaçar as mangas e estudar muito.

E aí? Este post te ajudou?  Compartilhe e continue por aqui. Essas informações você encontra no site do PROUNI, link abaixo:

Site PROUNI

Agora se você ainda se sente um pouco perdido na escolha do curso, leia os posts anteriores. Abraços!

Autor: Mariana de Jesus

Muitas pessoas me perguntam sobre minha experiência acadêmica e como decidir com confiança em qual área ingressar. É um pouco assustador, mas com dicas simples e as informações certas é possível sim descobrir sua vocação e o mais importante, decidir segui-la. Já fiz cursos técnicos, cursos de complementares de longa e curta duração, presenciais e à distância. Atualmente, me graduando em Engenharia Elétrica.

3 comentários em “JÁ DECIDI O CURSO: COMO INGRESSAR? (PROUNI)”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s